O grande problema é que confundimos Amor com Apego!

Couples-in-Love-love

O grande problema é que confundimos Amor com Apego. Por exemplo, quando afirmarmos para a pessoa que julgamos amar, sem ti não poderei viver, sem termos consciência disso, não estamos a transmitir Amor para a pessoa que julgamos amar. Estamos a transmitir Apego e não Amor.

O Amor é dar amor.
O Apego é querer reciprocidade, por parte da pessoa que julgamos amar.

Amar, é respeitar a liberdade da pessoa que julgamos amar, e lhe dizermos, quero que sejas completamente feliz. E se tua felicidade, não me englobar, não faz mal. O mais importante para mim, é a tua felicidade.

O Apego é sempre a fonte de sofrimento, e não o Amor. O Amor é um sentimento que jamais, jamais é gerador de dor e sofrimento.

Por exemplo. Uma pessoa, acaba com uma relação com outra pessoa. A outra pessoa, por ser apegada à outra pessoa, vai sofrer. Ela julga que sofre por Amor. Mas o que julga sentir, não passa de uma ilusão, não passa de uma fantasia, da sua cabeça. O que na realidade sente é Apego e não Amor, e muito menos é Amor Verdadeiro.
Se sentisse Amor, quando a outra pessoa colocou o fim à relação, teria respeitado a liberdade da outra pessoa, e lhe diria. Quiseste acabar com a nossa relação. E isso quer dizer que não estás bem ao meu lado. Mas não faz mal. Vai. Desejo que sejas muito feliz e que encontres uma outra pessoa que te faça muito, muito feliz.

Mas não, normalmente não é esta atitude que temos. Normalmente persistimos em querer sofrer, persistimos em sentir apego, persistimos na ilusão de um Amor que não sentimos. E ao agirmos desta forma, estamos a agir contra nós próprios. E ao agirmos desta forma, estamos a agir contra nós próprios, porque estamos a impedir que a pessoa que nos está destinada, venha até nós. Ou seja; ao agirmos desta forma, estamos a colocar um muro, entre nós e a pessoa que nos está destinada. Muro esse, que a pessoa que nos está destinada, não conseguirá ultrapassar. E desta forma, estaremos a desperdiçar a oportunidade de sermos realmente felizes, ao lado da pessoa que as forças do Universo nos destinaram.

Então, quando a outra pessoa, acaba com o relacionamento que tinha connosco, só temos uma atitude a tomar, isto, claro se queremos ser realmente felizes. É dizermos à outra pessoa: vai. Queres assim. Não faz mal. Vai. E desejo que sejas muito, muito, muito feliz ao lado de outra pessoa. Depois, seguimos em frente. E abrimos o nosso coração para que futuramente, possamos ter uma relação de Amor verdadeiro, ao lado da pessoa que nos está destinada e que estará a vir ao nosso encontro. Encontro esse, que ocorrerá, no momento em que as forças do Universo considerem oportuno, no momento em que eles considerarem que é o momento certo.

O sermos capazes de sentirmos verdadeiro Amor por outra pessoa, está dependente de percebermos isso!

Mário Jorge

Esta entrada foi publicada em Amor, Apego, Confundir Amor com Apego, O grande problema é que confundimos Amor com Apego! com as etiquetas , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s