A BUSCA DO AMOR INCONDICIONAL (este artigo não deve deixar de ser atentamente lido)

Amor - Casal 73º

Texto sublime, que não deve deixar de ser lido atentamente!

***

b

Amor incondicional geralmente parece ser uma coisa muito distante, atributo apenas dos Deuses e dos Santos.

O incondicional refere-se à não posse, ao desapego e a não esperar retribuição.

A primeira dificuldade vem de nossa programação social. Desde que nascemos passamos a ser bombardeados por padrões sociais que nem sempre são corretos. Na verdade nascemos Deuses e somos reprogramados para nos comportar como homens. Somos condicionados principalmente a viver em função do futuro. Como se algum de nós pudesse garantir o futuro !

Nesta paranóia onde somos incluídos, somos programados para competir e derrotar os que estão por perto, e também a não dar nada hoje porque pode nos faltar amanhã ! Nasce o conceito de troca e passamos o resto de nossas vidas esperando sempre uma retribuição.

Passamos a olhar para fora, o exterior passa a ser o mais importante, porque precisamos competir e ultrapassar os outros. Precisamos saber como os outros estão, e não nós. Paramos de sentir e nos afastamos de nossa essência. Nesta ansiedade doentia enxergamos apenas o proveito que o outro pode estar levando em função de nossas ações, pois precisamos ganhar sempre. Não olhamos mais para dentro.

Esquecemos que tudo que fazemos é feito por uma sensação de prazer interior. Nossa programação original pode ser classificada de egoísta pelos padrões demagógicos da sociedade. Mas não fazemos nada que não nos beneficie, e a reprogramação não tenta alterar isto. Nós apenas esquecemos esta parte porque não olhamos mais para dentro de nós.

Então, tudo que fazemos pelo outro é por nós mesmos, e não porque somos bonzinhos, é porque nos faz bem. Entender isto é o primeiro passo para não esperar retorno. Uma relação não é uma troca.

Se você utilizar isto nas relações sociais, agir sem esperar retorno, já vai se sentir muito melhor. Esta é uma prática simples de amor incondicional e também para que você comece a sentir o seu Eu interior. Procure o prazer dentro de você, a cada ação. Ele está lá !

Dê um “Bom Dia !” porque lhe faz bem. Se o outro não estiver num bom dia e não responder, não se incomode, você fez por você e não por ele. Você pode até ter pena dele ou rir internamente. O importante neste momento é curtir e ser feliz. Se você prestar atenção nisto, dar um “Bom Dia” pode se tornar uma fonte de prazer.

Nos relacionamentos íntimos atua um segundo elemento: o medo do futuro.

Nestes relacionamentos recebemos do outro, muita energia positiva. Estar com o outro se torna muito bom e o medo do futuro que foi programado em nós aciona o mecanismo garantidor. Precisamos estocar tudo que é bom para que não falte amanhã. É o apego, o medo de perder e ficar sem.

Passamos a querer controlar o objeto do nosso amor, queremos colocá-lo dentro de uma gaiola, sob nosso controle. Não podemos correr o risco de perder o que é bom e ficar sem.

Em casos mais extremos passamos a considerar qualquer aproximação de um terceiro como um risco a nossa posse. Não enxergamos o nosso interior e muito menos o interior do outro. Surge o ciúme.

É por isso que o desapego passa pela desconstrução da nossa reprogramação. Viver o agora sem a ansiedade de tentar garantir o futuro. Curta seu amor atual intensamente neste momento, como se ele fosse o último.

Viva intensamente, celebre cada instante e traga o seu amor para dentro desta celebração. Faça ela inesquecível ! Esta é a maior garantia do seu futuro.

Desapegar é isto, viver intensamente o momento atual, celebrar e amar verdadeiramente quem está conosco, sem correntes nem gaiolas.

Viva e seja feliz agora, você não consegue estocar felicidade para amanhã !

Felicidade não se estoca e não se troca.
A gente sente, vive e irradia.
Quanto mais se dá, mais se tem !

através de Prama Shanti

Fonte: https://pramashanti.wordpress.com/2015/03/26/a-busca-do-amor-incondicional/

Esta entrada foi publicada em A BUSCA DO AMOR INCONDICIONAL, Amor incondicional, Desapego, Prama Shanti com as etiquetas , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s