O Amor não é egoísta!

Amor - Casal 28º

Encontrei um artigo bonito, que acho que devo postar aqui no meu blog. Resolvi posta-lo, também, porque concordo com as palavras do seu autor!

***

Vivemos em um mundo dominado pelo “ego”. A cultura ao nosso redor nos ensina a priorizar nossa aparência, sentimentos e desejos pessoais. E para isso, ao que parece, o objetivo é buscar o nível mais elevado da felicidade. Porem, esse pensamento torna-se visivelmente doloroso quando imposto em um relacionamento.
O egoísmo destrói o amor. Infelizmente, ele está arraigado em nossos corações desde o nascimento. Você pode perceber isso no modo como as crianças agem e como os adultos se maltratam. O egoísmo é uma característica que odiamos nós outros mas que justificamos em nós mesmos. Além disso, você não pode apontar as várias formas de egoísmo da sua namorada sem admitir que você também é egoísta. Isso é hipocrisia.
Por que será que esperamos tão pouco de nós mesmos, mas estabelecemos padrões tão elevados para o nosso(a) parceiro(a)? A resposta é difícil de engolir. Somos todosegoístas.
Quando o namorado impõe seus interesses, desejos e prioridades a frente de sua parceira, é sinal de egoísmo. Quando a parceira reclama constantemente sobre o tempo e a energia gastos em suprir as necessidades de seu parceiro, é sinal de egoísmo.
O amor “não busca seus próprios interesses” (Coríntios 13:5)
Quando dos pessoas escolhe um ao outro, ele também escolheu compartilhar sua vida assim como os seus defeitos. E se esse amor for verdadeiro irá buscar maneiras de dizer “sim”.
Um aspecto irônico do egoísmo e que mesmo as ações generosas podem ser egoísta se o objetivo for vangloriar-se ou receber alguma recompensa. Se você faz algo, ainda que bom, para manipular seu parceiro ou parceira, você ainda está sendo egoísta. Na verdade, o ponto principal é a sua decisão entre amar os outros ou amar a si mesmo.
O amor não se satisfaz senão na felicidade do outro. Você não pode agir com amor e ao mesmo tempo com egoísmo. Escolher amar alguém é dizer “não” aos seus desejos e “sim” à necessidade do outro. Isso é colocar a felicidade do seu(sua) companheiro(a) acima da sua própria vontade.
Se você acha difícil se sacrificar seus próprios desejos para beneficiar seu(sua) companheiro(a), então você tem um problema mais profundo com o egoísmo do que imagina.
Faça essas perguntas para você mesmo:
 
Eu realmente desejo o que é melhor para meu(minha) companheiro(a)?
 
Eu quero que ele(a) sinta-se amado(a) por mim?
 
Ele(a) acredita que eu tenho seus maiores interesses em mente?
 
Ela me vê buscando os meus interesses em primeiro lugar?
 
Goste ou não, você tem uma reputação aos olhos das pessoas que estão ao seu redor, especialmente dos olhos do(a) seu(sua) parceiro(a).
Muitas vezes escolhemos o que é melhor para nós, julgando que foi designado por Deus, e não sabemos ou não queremos acreditar que tudo não passou de simples e puro egoísmo. Lembre, o seu parceiro também tem o desafio de amar uma pessoa egoísta. Então, seja o primeiro a demonstrar amor verdadeiro, com os seus olhos bem abertos. E quando tudo for dito e feito ambos se sentirão mais satisfeitos.
 
“Nada façam por ambição egoísta ou por vaidade, mas humildemente considere os outros superiores a si mesmo” (Filipenses 2:3)
Esta entrada foi publicada em Altruísmo, Amor, Egoísmo, O Amor não é egoísta com as etiquetas , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s