O Amor próprio e o Egoísmo

Amor - Casal 106º

O Amor próprio, nasce do Ego. Ele tem como centro o Ego. Logo, o amor próprio, é egoísta.

O que não é egoísta, é o Amor Incondicional por si mesmo.

Uma pessoa que se Ame Incondicionalmente, é uma pessoa que não coloca quaisquer condições para se amar. Não se julga. Aceita as suas virtudes, e as suas imperfeições. Ama-se tal como é. E ao amar-se assim, uma pessoa está em condições para Amar Incondicionalmente outra pessoa.

Já uma pessoa que tem como centro o Ego. Uma pessoa egoísta. Uma pessoa que se importa em primeiro lugar consigo mesmo, com a sua felicidade, e não com a felicidade da pessoa amada, por muito que lhe custe entender, essa atitude, a não ser que se olhe ao espelho e se modifique, jamais será capaz de amar outra pessoa genuinamente.

O Amor Genuíno, ou Amor Incondicional, é um Amor Livre de Ego. Logo, é um Amor que nada tem de Egoísta.
O Amor Genuíno, ou Amor Incondicional, é compassivo. Isto é. Ele não quer o sofrimento da pessoa amada, e nem as causas do sofrimento.
O Amor Genuíno, ou Amor Incondicional, é bondosamente generoso. E é altruísta. Para ele, a felicidade da pessoa amada, está em primeiro lugar.

Estes, são aspectos absolutamente essenciais serem entendidos. Pois sem os quais, é impossível entender-se o que é e o que significa o Amor Incondicional!

Mário Jorge

Esta entrada foi publicada em Amor Genuíno, Amor incondicional, O Amor próprio, O Amor próprio e o Egoísmo, O Egoísmo com as etiquetas , , , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s