Amor romântico não é altruísta

Isso acontece pois o amor romântico não é altruísta, é o desejo de preencher um vazio emocional através de um relacionamento. É comum as pessoas dizerem que sofrem ou sofreram “por amor”, ou que saíram machucadas de um relacionamento e colocam a culpa no parceiro. Mesmo que embora ele/ela possua responsabilidade de alguma maneira, você que depositou esperanças e expectativas em cima de uma pessoa, que como qualquer outra, está passível a errar ou dissimular. Você que abriu espaço para isso, e não notando sua parcela de responsabilidade você então se vitimiza, e com isso, gera sofrimento e não aprende suas lições.

O amor em si nunca machuca, o que machuca é o romantismo e a carência que as pessoas criaram pela falta de amor por si próprias, por não estarem completas em si mesmas acabam por buscar a plenitude nos outros.

Amor não é apenas ter relação sexual, não é atração emocional ou intelectual, ou sequer uma “troca de energias”, e certamente o amor não é a fome do coração pelo afeto. O amor é uma poderosa vibração vindo direto da Fonte. Quando nós falamos de amor muitas vezes somos mal interpretados, o amor que falamos não é uma emoção, na verdade, é um estado de consciência, uma forma de estar no mundo, uma maneira de ver a si mesmo e aos outros, é o que podemos chamar de empatia ou compaixão, é percepção que nós somos “o outro”.

Revejam seus conceitos antes de ficarem sofrendo por sentimentalismos e colocando a culpa numa palavra que não entendem, pois se continuar assim estaremos apenas colaborando para que nos confundam mais e mais.

— — —

“Amor não é um consolo. É uma luz.”
— Friedrich Nietzsche

“Lembre-se que os melhores relacionamentos são os que o amor de um pelo outro supera a necessidade de um pelo outro.”
— Dalai Lama

“Enquanto não superarmos a ânsia do amor sem limites, não podemos crescer emocionalmente. Enquanto não atravessarmos a dor de nossa própria solidão, continuaremos a nos buscar em outras metades. Para viver a dois, antes, é necessário ser um.”
— Fernando Pessoa

“Felizes são aqueles que aprendem a administrar seus conflitos, que aceitam suas oscilações de humor, que dão o melhor de si e não se autoflagelam por causa dos erros que cometem. Felicidade é serenidade. Não tem nada a ver com piscinas, carros e muito menos com príncipes encantados.”
– Martha Medeiros

“Quando eu parei de procurar ser amada, parece que o mundo começou a me amar mais.”
— Tati Bernardi — com Evolução Mental.

Fonte: LIBERTE SUA MENTE

***

O Amor Verdadeiro, é uma emoção do coração.
E é também um estado de consciência, tal como é dito e muito bem, neste artigo.  Tirando isto, concordo em absoluto com ele!

Esta entrada foi publicada em Altruísmo, Amor romântico não é altruísta, LIBERTE SUA MENTE com as etiquetas , , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s