APAIXONAR-SE É…

“Apaixonar-se é uma aventura surpreendentemente transcendental. É uma grande bênção experimentar algo tão puro e sagrado. Então, como pode tal experiência tornar-se corrompida? A resposta é que as nossas motivações mancham a experiência – mas estas motivações são geralmente totalmente inconscientes (ou seja, abaixo da nossa consciência). Quando encontramos o amor como uma forma de escapar a nós próprios, ele torna-se mais como uma droga para entorpecer a nossa dor, do que como uma viagem espiritual. A experiência é barateada à medida que são colocadas condições para que a relação funcione. A condição dominante não dita é: “Tens de me fazer feliz e distrair-me o suficiente da minha dor e do meu vazio para que isto funcione”. Quando esta condição não é satisfeita de forma consistente, a relação começa a azedar, a decompor-se e a desfazer-se”. ― Aletheia Luna


Palavras para ler e para reler!

Mário Jorge

Esta entrada foi publicada em Aletheia Luna, APAIXONAR-SE É... com as etiquetas , . ligação permanente.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.